02 out 2018

Como aumentar a receita contraindo crédito da maneira correta?

Como aumentar a receita contraindo crédito da maneira correta?

Seja como capital de giro para alavancar o negócio ou como uma alternativa para quitar pequenas dívidas, é comum que, em algum momento, os gestores de uma empresa vejam a necessidade de aumentar a receita através da solicitação de um empréstimo. Dentre tantas dúvidas que podem surgir nessa hora, uma das mais comuns é: como contrair crédito da maneira correta para a minha empresa?

Ao contrário do que muitos empresários pensam, nem sempre o empréstimo é algo negativo. Quando feito do jeito certo, com planejamento e organização, ele pode contribuir para o aumento da receita da instituição de maneira saudável e sustentável.

Para saber a resposta da pergunta que fizemos no primeiro parágrafo, continue acompanhando este post e confira as nossas dicas e orientações que vão ajudar a sua empresa a se preparar para pedir um empréstimo da forma correta.

A sua empresa precisa de um empréstimo?

O primeiro passo é saber se a sua empresa realmente está precisando de um empréstimo e se o mesmo é viável para a realidade na qual você se encontra. Por exemplo, para uma empresa que já está muito endividada, pedir empréstimo para saldar o débito pode transformar tudo em uma bola de neve, agravando ainda mais a situação e comprometendo a sua saúde financeira.

O ideal é respeitar as suas possibilidades para o momento, levando em consideração um planejamento financeiro bem estruturado.

 

Qual o momento certo para pedir um empréstimo?

Já falamos aqui em nosso blog sobre qual o melhor momento para realizar um empréstimo. Quando feito na hora errada, ele pode desorganizar toda a estrutura financeira da sua empresa e gerar muitos problemas.

Por isso, objetivo bem definido, planejamento bem traçado e organização do fluxo de caixa são alguns dos pontos que devem ser considerados antes de optar por fazer ou não uma solicitação de crédito.

 

Organizando o seu fluxo de caixa

Ter um fluxo de caixa organizado representa um controle maior sobre a movimentação financeira da sua empresa. Receitas, contas a receber, despesas, rendimentos, valorização ou desvalorização de investimentos e qualquer outra entrada ou saída de dinheiro deve constar nesse registro.

Porém, para que seja efetivo, é preciso manter o fluxo de caixa atualizado. Veja abaixo 5 dicas que vão te ajudar com isso:

Defina um período de controle

Diário, semanal, quinzenal ou mensal. É preciso determinar o período de monitoramento do seu fluxo de caixa de acordo com a demanda da sua empresa. O indicado é que esse intervalo não seja longo demais. Assim você não corre o risco de perder o controle.

Faça um levantamento dos seus gastos fixos

Ao listar todas as despesas fixas mensais da sua empresa, você consegue determinar qual é o faturamento mínimo que precisa ter para manter o negócio funcionando.

 

Registre as contas a pagar e as contas a receber

Faça uma previsão que inclua as suas contas a pagar e também as suas contas a receber. Dessa maneira, além do saldo atual consolidado, é possível determinar o saldo futuro provisionado.

Separe suas receitas e despesas por categorias

Contas de consumo, internet, insumos, serviços, pagamento de funcionário, entre outros. Além de identificar por cores diferentes – por exemplo, azul para receitas e vermelho para despesas -, outra dica é classificá-las por categorias.

Faça um planejamento a curto a longo prazo

Tendo todos os registros listados e visíveis, é possível ter um controle maior sobre as finanças e, assim, realizar um planejamento mais eficaz que estimule o desempenho da sua empresa.

 

Como se organizar para pedir o empréstimo

Sabendo que o empréstimo é a melhor opção e com o seu fluxo de caixa em dia, é hora de analisar as possibilidades de crédito. Reflita sobre tudo que virá com ele – parcelas, juros, prazos – e escolha a opção que funciona melhor para a sua realidade atual. Pesquise bem, tenha um olhar crítico e compare as alternativas.

Lembre-se de levar em consideração as atividades e o porte da sua empresa. Isso porque as agências podem oferecer condições especiais de acordo com o seu segmento.

 

Empréstimos online simplificam e desburocratizam o crédito para empresas

Uma alternativa bastante eficiente para simplificar e desburocratizar a contração de crédito são as fintechs.

Quando comparados com os empréstimos tradicionais – aqueles feitos diretamente nos bancos -, os empréstimos online apresentam muitas facilidades para a sua empresa. Entenda quais são elas:

  • Tudo pela internet: desde o pedido de oferta até a assinatura do contrato, TUDO é feito online pelo seu celular, tablet ou computador. Você economiza tempo, dinheiro e não precisa se deslocar até o banco;
  • Transparência: ao fazer uma simulação você já é informado sobre todas taxas, juros, valor das parcelas e Custo Efetivo Total (CET);
  • Menores taxas: como tudo é feito pela internet, consequentemente, os custos operacionais são mais baixos. Também não existe a cobrança de nenhum valor adiantado;
  • Mais agilidade: com menos burocracia, sua solicitação de crédito é respondida rapidamente e você recebe o dinheiro solicitado em menos tempo.

 

E aí, gostou deste artigo? Nós, da BizCapital, estamos aqui para ajudar empresários que desejam ver o seu negócio decolar! Fique de olho em nosso blog e confira outras dicas sobre o mundo do empreendedorismo.

Conheça melhor a nossa empresa pelo site www.bizcapital.com.br.

 

ver tudo sobre: dicas de gestão