12 Maio 2020

Capital de Giro garantido por Recebíveis e Antecipação de Recebíveis: qual a diferença?

Capital de Giro garantido por Recebíveis e Antecipação de Recebíveis? Ficou confuso para entender a diferença entre as duas formas de crédito? Calma, vamos explicar tudo neste post. Confira!
Capital de Giro garantido por Recebíveis e Antecipação de Recebíveis: qual a diferença?

A antecipação de recebíveis já é uma modalidade de crédito bem conhecida no mercado. O que pode causar estranheza é o capital de giro garantido por recebíveis, também conhecido no mercado como crédito fumaça, que não é tão famoso e deve estar causando uma certa confusão para você. Mas, será que eles são exatamente iguais? Já vamos adiantando: não, eles são diferentes.

O que você já conhece: antecipação de Recebíveis (ou desconto de duplicatas)

A antecipação de recebíveis, conhecida no mercado como desconto de duplicatas, é também um empréstimo para empresas na qual as vendas da empresa devedora (recebimentos futuros) são dadas em garantia. 

Um exemplo: a Luísa é uma empreendedora, dona de um salão de beleza oferece como forma de pagamento cartões de crédito e débito para seus clientes. O cliente paga na loja usando uma maquininha, mas o lojista só recebe o dinheiro dias depois. No caso de uma venda parcelada em 6x, ela vai demorar mais de 6 meses para receber todo o dinheiro. Mas ela precisa pagar as contas do mês, não pode esperar tanto tempo. O que fazer? Descontar esses recebíveis e receber tudo no ato da venda. Essa é uma clássica operação de crédito, onde o credor propõe uma taxa de juros e traz o valor dos recebíveis a valor presente, depositando o dinheiro na conta da Luísa no mesmo dia.

O mesmo pode ser aplicado para notas fiscais emitidas para uma data futura, ou cheques. Resumindo: antecipar recebíveis é basicamente trocar recebíveis futuros existentes por um depósito a vista, ou seja, a empresa vai trocar o dinheiro que ela ainda vai receber, aumentando sua liquidez, em troca de uma taxa aplicada ao valor do recebível.

A principal vantagem de descontar um recebível é casar despesas com receitas, sem tirar o benefício do cliente de pagar parcelado ou pagar em um momento futuro. O empreendedor aumenta as vendas oferecendo mais prazo e evita o risco de faltar capital de giro no negócio.

Capital de Giro garantido por Recebíveis: como funciona e como ele pode ser bom para o seu negócio?

Ele nada mais é do que um tipo específico de empréstimo para empresas com garantias.

Mas o que é exatamente?

Crédito com garantia de recebíveis ou crédito fumaça é uma modalidade de crédito onde o credor concede crédito para o empreendedor sob a condição de, caso o empreendedor não cumpra o pagamento das parcelas, o credor passa a ter direito a recebíveis futuros do devedor. Esses recebíveis não existem no momento da concessão do crédito, por isso o credor precisa estimar o volume de recebíveis que o devedor vai ter direito no futuro.

Exemplo: o André tem um restaurante que abre na hora do almoço e vende R$ mil reais por dia, grande parte por cartão de débito. Ele hoje já desconta seus recebíveis e recebe os valores transacionados no mesmo dia (como falamos no exemplo acima). Mas ele quer ampliar o restaurante e precisa de crédito. Nessa hora ele entra em contato com a BizCapital, que diz pra ele que pode oferecer um crédito com 18 meses de prazo caso ele esteja disposto a colocar os recebíveis de almoço dele como garantia. 

Nesse caso, a BizCapital e o André concordam em um Valor Diário Máximo de Retenção (VDMR), valor máximo que a Fintech poderá reter da agenda de recebíveis para garantir que o restaurante continua conseguindo operar normalmente.

Quais são as vantagens?

Possivelmente esse tipo de crédito vai ser realizado com taxas de juros menores do que os  empréstimos para capital de giro sem garantias. Isso porque os recebíveis darão uma maior segurança de pagamento do que o crédito PJ sem garantias.

Outra vantagem para o tomador, é possibilidade de adquirir um crédito sem ter que comprometer a agenda atual de recebíveis. Ela é uma forma de financiamento complementar ao desconto de recebíveis, uma forma de obter capital adicional usando os mesmos recebíveis.

Vale ressaltar que os recebíveis dados como garantia serão somente executados em caso de inadimplência. Caso não haja necessidade, a empresa receberá o pagamento daquele recebível na data do pagamento normalmente, sem desconto.

Pensando nisso, qual seria a melhor opção para o meu negócio?

Em uma antecipação de recebíveis, o dinheiro que a empresa recebe é igual ao valor do recebível menos a taxa descontada imposta pela Instituição que está realizando a antecipação. Nessa modalidade, o seu negócio não vai conseguir obter um valor maior do que o recebível que vai servir com garantia. Não existe a necessidade de realizar pagamentos posteriores, o crédito já está coberto.

Esse cenário já não acontece com o capital de giro garantido por recebíveis, pois o valor do empréstimo não estará diretamente ligado ao valor existente a receber ou seja ao valor do recebível. Ele só servirá como base para a previsão de recebimento futuro. O empreendedor vai precisar pagar as parcelas desse novo crédito, normalmente.

Então, o empreendedor terá mais liberdade para conseguir o valor que realmente precisa para realizar o seu projeto.

O mais importante na hora de tomar essa decisão é levar em consideração a real necessidade da empresa.

Fazer um bom planejamento financeiro e estar preparado para fazer a solicitação do empréstimo é muito importante. Quanto mais organizado o seu negócio estiver, mais chances terá de obter o financiamento.

Conheça bem os tipos de empréstimos para empresas disponíveis no mercado e veja qual é o ideal para o momento do seu negócio.

Nós somos uma Fintech focada em oferecer crédito empresarial para pequenas e médias empresas. Se você ainda não conhece a BizCapital, essa é uma ótima oportunidade. Financiamento PJ rápido e fácil na tela do seu celular.

ver tudo sobre: guia de empréstimo