Como controlar o Fluxo de Caixa da sua empresa?

postado em: fluxo de caixa | 0

Quando falamos no controle financeiro de qualquer negócio, um dos primeiros conceitos que precisa ser entendido e aplicado é o de fluxo de caixa. Isso porque, além de ser uma ferramenta extramente útil para a gestão empresarial eficiente, ele também influencia diretamente nas tomadas de decisão que podem determinar o rumo do empreendimento.

Como já falamos aqui em nosso blog, o sucesso de uma empresa, seja ela pequena, média ou grande, depende totalmente do planejamento e da previsibilidade dos seus gestores. Pensar em uma matemática bem estruturada e que englobe toda a entrada e saída de dinheiro da empresa é essencial.

Neste artigo você vai entender qual é o conceito de fluxo de caixa, porque ele é tão importante, quais são os principais erros cometidos pelos empresários e, principalmente, como controlar e administrar o fluxo de caixa do seu negócio da maneira correta. Continue lendo este conteúdo e tire todas as suas dúvidas!

O que é Fluxo de Caixa?

O fluxo de caixa representa todo o movimento de entrada e saída de dinheiro de uma empresa. Por isso, para aplicá-lo, é preciso registrar detalhadamente todos os ganhos e os gastos que o seu negócio vem tendo.

Através do levantamento diário, semanal ou mensal dessas informações, que incluem também os saldos disponíveis nas conta-correntes e as aplicações de curto prazo, você cria uma base de dados sólida e fundamentada para tomar as decisões que vão guiar a sua empresa a partir de então.

Além disso, é possível ter um olhar mais crítico e preciso sobre o momento financeiro pelo qual o seu negócio está passando.  

Quais são os erros mais comuns na hora de gerir o Fluxo de Caixa da sua empresa?

Apesar de ser uma ferramenta fundamental para a sustentabilidade de qualquer empresa, muitos empreendedores acabam aplicando o fluxo de caixa de forma errada. Seja por falta de experiência ou por falta de conhecimento, isso pode impactar nos resultados e na saúde financeira daquele negócio.

Veja abaixo quais são os erros mais comuns:

 

  • Misturar as despesas pessoais com as despesas da empresa: quando o proprietário ou os sócios misturam as finanças pessoais com as finanças da empresa, não é possível estabelecer com certeza quais são os valores de entrada e saída que de cada um, causando uma desorganização do fluxo de caixa;
  • Considerar valores que ainda não foram recebidos: ao considerar valores que não estão realmente disponíveis para uso, como cheques pré-datados ou crediários, você acaba prejudicando o controle do seu fluxo de caixa;
  • Não organizar por categorias: é preciso ter conhecimento dos principais gastos da empresa. Entender para onde está indo o seu dinheiro te ajuda a controlá-lo e a fazer cortes quando for necessário;
  • Deixar de atualizar diariamente: um fluxo de caixa desatualizado não serve pra nada. Incluir os novos lançamentos no sistema é uma prática que deve ser feita todos os dias e fazer parte da rotina empresarial.

 

5 dicas para organizar, controlar e manter o seu Fluxo de Caixa

Mais importante do que compreender o montante que entra ou que sai da sua empresa, o fluxo de caixa é uma ferramenta que ajuda a projetar a necessidade de capital de giro no futuro.

Hoje em dia, existem no mercado muitos softwares de gestão que te ajudam nessa conta. Mas, mesmo assim, é importante ter em mente algumas atitudes que devem partir dos responsáveis pela empresa. Confira as nossas orientações:

Dica 01: Monitore o fluxo de caixa todos os dias

Como falamos no tópico anterior, manter o fluxo de caixa desatualizado é um dos piores erros que você pode cometer. Por isso, é muito importante monitorar e atualizar todos os dias.

Se não for possível fazer isso diariamente, cabe ao administrador, que já conhece as finanças e a rotina do negócio, determinar uma frequência para tal (por semana, por quinzena ou por mês).

Dica 02: Controle as contas a pagar e a receber

Além do dinheiro que já entrou ou saiu do caixa, você também precisa traçar uma previsão das contas a pagar e das contas a receber. Assim será mais fácil montar o seu fluxo de caixa.

Aqui também podemos incluir a questão da categorização das receitas e das despesas. Custos administrativos, produtivos ou de marketing? Receitas que vieram da principal atividade da empresa ou de investimentos paralelos? Entender de onde e para onde o dinheiro está indo é essencial.

Dica 03: Faça uma previsão para curto e longo prazo

Com a implementação do fluxo de caixa é possível estipular uma projeção de curto ou longo prazo. A partir daí, o empresário consegue avaliar possíveis cenários e se preparar para as adversidades que podem surgir no caminho.

Ao final do período, compare o que foi planejado com o que realmente aconteceu, analise as despesas inesperadas e tente evitá-las dali pra frente.

Dica 04: Tenha um planejamento do seu estoque

Fazer um planejamento do seu estoque te ajuda a entender a quantidade e o momento certo para realizar um novo pedido. Isso é importante uma vez que o estoque representa um capital imobilizado, ou seja, não gera receita e nem rende juros.

Ao fazer a previsão correta do seu estoque, você pode investir o dinheiro que ficaria parado por um tempo em outras oportunidades mais vantajosas.

Dica 05: Faça uma avaliação do seu capital de giro

Você sabe qual é a relação entre fluxo de caixa e capital de giro? Ambos estão totalmente ligados e influenciam um no outro.

Acompanhar o fluxo de caixa na medida em que avalia o capital de giro te permite verificar se o retorno das suas vendas está de acordo com o que foi planejado. Quanto maior for o fluxo de caixa, menor é a necessidade de capital de giro da sua empresa.

 

Agora que você já sabe qual o jeito certo de gerir o seu fluxo de caixa, está na hora de colocar a mão na massa!

Se você gostou das nossas dicas, siga a BizCapital nas redes sociais (Facebook, Instagram e LinkedIn) e fique de olhos em outros conteúdos como este!

 

E aí, gostou deste artigo? Nós, da BizCapital, estamos aqui para ajudar empresários que desejam ver o seu negócio decolar! Fique de olho em nosso blog e confira outras dicas sobre o mundo do empreendedorismo.

Conheça melhor a nossa empresa pelo site www.bizcapital.com.br e para solicitar um empréstimo sem garantias de maneira rápida e fácil, acesse: direto.bizcap.com.br 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *