05 jun 2020

Crise provocada pelo Coronavírus: últimas notícias e novidades

Resumo diário (05/06) das principais notícias e informações sobre a crise provocada pelo Coronavírus e seus impactos na economia e nas pequenas e médias empresas no Brasil. #salveopequenonegocio
Crise provocada pelo Coronavírus: últimas notícias e novidades

Já estamos entrando no nosso terceiro mês da crise provocada pelo Coronavírus no Brasil. Nesse cenário, o isolamento social ainda é uma prática utilizada como principal medida de prevenção à proliferação do vírus. Com a pausa nas atividades econômicas e no comércio, pequenos negócios tiveram que se adaptar rapidamente à nova realidade do modo de vida e da forma de fazer negócios.

Diante desse período conturbado, criamos a campanha #salveopequenonegocio. O objetivo foi mostrar, na prática,  que estamos aqui por vocês e para vocês, empreendedores. Durante esse tempo, divulgamos pequenas empresas, postergamos parcelas do empréstimo e procuramos dar uma injeção de ânimo para quem nos segue no Facebook, Instagram e Linkedin

Então, aqui no blog, não poderia ser diferente. Procuramos rechear quem nos acompanha de informações e atualizações sobre a Pandemia neste período de crise. Na nossa Seção Coronavírus, você encontra resumos sobre a crise provocada pelo Coronavírus e quais foram seus principais impactos.

Confira aqui os principais acontecimentos dos últimos dias (05/06): 

Crise provocada pelo Coronavírus: perspectiva geral 

Na manhã de hoje, 05/06, foram registradas 34.625 mortes provocadas por complicações da Covid-19 e 630.708 pessoas infectadas. Nos últimos dias, nosso país passou o número de mortos da Itália. Dessa maneira, assumimos a terceira posição de país com mais vítimas do coronavírus no mundo.

Embora com alguns estados e cidades brasileiros trabalhando na reabertura gradual das atividades, tivemos mais um dia de recorde. Nas últimas 24 horas, foram contabilizados 1.473 óbitos. (Fonte: Bem Estar)

Durante este ano e o próximo, espera-se que países de baixa e média renda recebam dois bilhões de doses de uma potencial vacina contra o coronavírus, nascida de uma parceria entre AstraZeneca, uma farmacêutica britânica, e a Universidade de Oxford. Além disso, a empresa já espera distribuir mais de 400 milhões de doses distribuídas entre Estados Unidos e Reino Unido, graças a acordos com o Serum Institute of India e outras duas organizações globais de saúde apoiadas. (Fonte: Época Negócios)

Nesse contexto, a vacina ChAdOx1 nCoV-19 é considerada uma das mais promissoras na luta contra a pandemia mundial e o Brasil entrou como um dos candidatos na rota do estudo. (Fonte: Época Negócios)

Crise provocada pelo Coronavírus: economia e empreendedorismo

Nesta sexta-feira, o cenário econômico do Brasil esteve com ar de maior otimismo e esperança para os investidores. O Ibovespa, o principal índice de ações brasileiro, teve a sua melhor semana desde o mês de abril, próximo ao início da pandemia e suas consequências. Ainda, para fechar o dia com chave de ouro, o dólar teve a maior queda em 12 anos e está aos R$ 4,99. Dentre os principais pilares apontados como causadores, estão a “reabertura gradual das principais economias do mundo” e “notícias em sequência de testes promissores com vacinas e remédios”.  (Fonte: Valor Investe)

Para quem é MEI ou dono de empresas enquadradas no Simples Nacional, é importante estar atento às novidades no prazo de pagamento de impostos e tributos, devido à crise provocada pelo Coronavírus. Para pessoa física, o prazo para a entrega do Imposto de Renda foi postergada para o dia 30 de junho. Enquanto isso, para quem é MEI, assim como a entrega da declaração do imposto de renda de empresas enquadradas no Simples Nacional, todos os vencimentos dos meses de abril, maio e junho foram prorrogados para outubro. (Fonte: G1)

Além disso, o secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, confirmou que o governo espera pagar mais duas parcelas reduzidas de R$300 do auxílio emergencial. O auxílio emergencial originalmente de R$600, destinado aos trabalhadores informais, desempregados, contribuintes individuais do INSS e MEIs, foi criado em abril e tinha a previsão de ser pago em apenas três parcelas. (Fonte: G1)

Dica para empreendedores 

Como podemos ajudar os empreendedores brasileiros hoje? Inspirados na nossa pergunta de todos os dias, mergulhamos de cabeça em um projeto muito especial criado para minimizar os impactos da crise do #Coronavírus na sobrevivência das pequenas e médias empresas.

O Estímulo 2020 é uma iniciativa totalmente privada que oferece crédito empresarial para os negócios mais afetados pela pandemia. Ainda, com custos mais baixos e um processo simples. Dessa forma, os beneficiados do projeto terão três meses de carência, parcelamento de até 15 vezes e juros de 4% ao ano.

Contando com a doação de quase 20 empresários e a esteira de crédito da Biz, o objetivo do auxílio é dar acesso aos recursos necessários para empreendedores enfrentarem a crise, se reestruturarem e conseguirem manter as portas de suas empresas abertas.

Então, vamos juntos? Ajudando pessoas, apoiando negócios. Afinal, somos a maior rede de empreendedores do Brasil. Acesse https://www.estimulo2020.org/ e saiba como conseguir crédito empresarial.

Como podemos ajudar mais?

Agora é a nossa hora de te ouvir.

Como a sua empresa tem respondido à crise da pandemia da Covid-19? Como podemos te ajudar ainda mais nesse processo? Então, conte com a gente.

Por fim, o nosso financiamento empresarial rápido, seguro e online também pode te ajudar nesse período. Se ainda não conhece o nosso serviço, a hora é agora. Acesse o nosso site e conheça os benefícios de ser um cliente Biz! 

ver tudo sobre: dicas de gestão