03 out 2016

Qual é a hora certa de investir mais no seu negócio?

leitura de 3 min
Qual é a hora certa de investir mais no seu negócio?

Se você está pensando em investir mais no seu negócio, significa que ambiciona ver sua empresa crescer — e isso é muito bom! O que acontece é que muitos empreendedores se sentem inseguros quanto ao momento certo de fazer um investimento mais significativo.

Antes de tudo, é necessário pensar no objetivo e quanto de risco essa aplicação pode gerar. No caso das micro e pequenas empresas, é essencial estar muito consciente da saúde das suas finanças antes de investir. Siga estes 6 passos para saber a hora certa de investir no seu negócio:

1. Analise as finanças

Analise com critério seus orçamentos. Nem todos os empreendedores têm disciplina e organização para estar sempre no controle do fluxo financeiro do seu negócio. Se você não tem isso metodicamente registrado, é necessário organizar suas finanças antes de pensar em investir.

Existem muitos softwares e ferramentas que podem te ajudar nesse processo. Se você já tem acesso a todas as informações financeiras necessárias, observe se o seu negócio tem um mínimo de estabilidade para diminuir os riscos do investimento.

2. Observe a demanda

O seu negócio tem demanda suficiente para garantir o retorno do seu investimento? É muito importante estar atento ao mercado para entender suas flutuações.

Se a procura pelo seu produto está tendendo a diminuir, talvez não seja um bom momento para investir no mesmo segmento, mas sim apostar em algo diferente ou esperar o cenário ficar mais favorável.

3. Organize-se

Organização é fundamental! Aposte em planilhas e programas específicos que podem te ajudar a ter controle sobre seu fluxo de caixa e não se esqueça de lançar todas as suas despesas e todos os seus rendimentos. Atualize semanalmente seu fluxo de caixa e registre todas as movimentações, inclusive as despesas e recebimentos que ainda estão por vir.

Ter controle sobre a saúde financeira da sua empresa é imprescindível para não tomar atitudes equivocadas e saber quanto você pode aplicar sem correr grandes riscos.

4. Corte gastos desnecessários

Pense no que pode ser cortado ou reduzido do orçamento. Economizar em pequenas despesas como água, luz, telefone e internet pode fazer toda a diferença no seu rendimento.

Controle o uso de descartáveis, papéis, tinta de impressora e outros elementos que podem estar sendo desperdiçados. Essas pequenas atitudes podem gerar uma renda extra para investir no crescimento do seu negócio ou melhorar seu “colchão financeiro”, diminuindo os riscos.

5. Estabeleça metas

Estabeleça metas mensais antes de investir. Você pode começar com algumas mais básicas e, com o tempo, testar possibilidades mais ousadas. Essa é uma excelente maneira de sondar a capacidade de crescimento do seu negócio e ter mais segurança para investir.

6. Devagar e sempre

Comece devagar, principalmente se sua empresa for pequena. Se você analisou suas finanças, conseguiu ter controle sobre o fluxo de caixa e percebeu que está na hora de investir, invista! Mas comece pequeno para não se arriscar demais.

Tenha sempre em mente objetivos muito claros. Tanto para quem quer investir para fazer sua empresa crescer ou quanto para quem quer segurar os lucros, ter calma é fundamental.

Gostou das dicas? Então curta nossa página no Facebook para saber mais sobre como alavancar o seu negócio!

Agora, se você precisar de crédito para sua empresa e estiver sem tempo para a burocracia dos bancos, conte com a BizCapital.

Peça uma proposta sem compromisso: bizcapital.com.br/direto

Visite nosso site: www.bizcapital.com.br

 

ver tudo sobre: dicas de gestão