13 dez 2019

Supply Chain Finance – Como o financiamento pode ajudar na sua cadeia de suprimentos?

A modalidade de crédito de Supply Chain Finance (SCF) ou Financiamento da Cadeia de Suprimentos busca atender as etapas do processo de produção, desde o fornecedor até os consumidores.
leitura de 5 min
Supply Chain Finance – Como o financiamento pode ajudar na sua cadeia de suprimentos?

Cadeia de Suprimentos nada mais é do que a ligação entre empresa e seus fornecedores para produção e distribuição de um produto específico, representando os passos do processo logístico de um produto, desde a sua fabricação (matéria-prima) até a entrega para o consumidor.

A modalidade de crédito de Supply Chain Finance (SCF) ou Financiamento da Cadeia de Suprimentos busca atender as etapas do processo de produção, desde o fornecedor até os consumidores.

O que é Supply Chain Finance?

É importante entender que o objetivo é realizar a integração entre os participantes da cadeia produtiva com seus fornecedores sob o ponto de vista financeiro. 

Na prática, essa modalidade de financiamento busca soluções para atender às necessidades do fornecedor, que quer ser pago o mais cedo possível, e às necessidades do comprador, que quer prolongar o pagamento para melhorar o fluxo de caixa. 

Vale ressaltar que tanto do ponto de vista do comprador, quanto do fornecedor, o Supply Chain Finance busca estabelecer uma relação de ganha-ganha, ou seja, a negociação deve ser boa para todo mundo.

O Supply Chain Finance não é um empréstimo direto. Mas, assim como em um empréstimo, essa modalidade de financiamento pode trazer benefícios para os fluxos financeiros dentro da cadeia produtiva. Veja as vantagens:

  • Obtenção de recursos para possibilitar operações;
  • Redução da necessidade de Capital de Giro;
  • Aumento do capital disponível na cadeia produtiva;
  • Redução de custos de acesso ao crédito, uma vez que as instituições financeiras costumam ter um custo de capital inferior ao crédito oferecido por fornecedores.

Mas como funciona o Supply Chain Finance na prática?

O Financiamento da Cadeia de Suprimentos é baseado em acordos intermediados por instituições bancárias e parceiros comerciais. 

Assim, compradores obtêm maiores prazos de pagamento, enquanto os fornecedores recebem o valor com taxas mais baixas do que as tradicionalmente relacionadas ao seu risco de crédito. 

Já as instituições financeiras têm lucro por meio da obtenção de uma margem mais alta do que a convencional, devido a diferença entre o preço pago pelo riscos de crédito à vista de um ativo e o preço pago pelo riscos de crédito deste mesmo ativo a prazo.

Vale ressaltar que o financiamento entre as partes da cadeia de suprimentos pode ocorrer tanto com a empresa utilizando recursos próprios para financiar diretamente com o fornecedor, quanto com instituições financeiras para obtenção de crédito mais barato.

E quais são as vantagens do Financiamento da Cadeia de Suprimentos?

Essa prática viabiliza que os fornecedores tenham acesso a algumas facilidades vantajosas, como antecipar o recebimento das parcelas a serem pagas, o que, por consequência, fortalecerá seu capital de giro. Já os compradores podem se beneficiar de pagamentos mais longos ou através de melhores condições com seus fornecedores.

Aumentar a disponibilidade de capital de giro

Através do financiamento, fornecedores conseguem obter o dinheiro do pagamento a valor presente, aumentando assim o capital de giro. Já os compradores podem negociar condições de pagamento mais longas ou com maiores descontos junto aos fornecedores.

Melhorias no fluxo de caixa

Por que melhora o fluxo de caixa?

O fornecedor recebe o valor no momento da compra e o comprador pode pagar com parcelas que cabem no bolso.

Assim, ao aumentar os prazos de pagamento aos fornecedores, a empresa consegue administrar melhor a necessidade de capital de giro.

A estrutura financeira da cadeia de suprimentos torna-se menos arriscada em momentos de incerteza, pois os principais fornecedores têm maior segurança financeira, uma vez que recebem o pagamento no momento da  compra, podendo manter uma boa saúde financeira e, assim, focar no fornecimento de uma melhor qualidade de serviço ao comprador.

Mais argumentos de vendas

Disponibilizando mais prazo, o fornecedor consegue oferecer maior flexibilidade de pagamento para o seu cliente, conseguindo obter mais compradores e, assim, possibilitando obter uma maior parcela do mercado consumidor.

Melhor Planejamento Financeiro

Com as práticas de Financiamento da Cadeia de Suprimentos, o comprador pode antecipar os recebíveis e, com isso, além de poder oferecer descontos pelas compras à vista, é possível reduzir o nível de endividamento da empresa

Já o fornecedor, por receber os valores antecipados, consegue obter capital de giro sem que precise recorrer aos empréstimos ou financiamentos.

Ao ter essa previsibilidade, quem ganha é o planejamento financeiro das partes envolvidas (comprador e fornecedor), pois em longo prazo ambos conseguem reduzir custos operacionais.

Em resumo, pode-se dizer que Supply Chain Finance busca criar valor em toda a cadeia de suprimentos, garantindo relações favoráveis e sustentáveis no longo prazo, tanto para o fornecedor, quanto para o comprador.

Ao analisar a cadeia de suprimento do ponto de vista financeiro, a modalidade de financiamento tem como objetivo melhorar o desempenho da empresa, possibilitando maior crescimento, aumentando a lucratividade e melhorando a utilização de capital, uma vez que reduz a necessidade de capital de giro e o nível de endividamento.

Ficou interessado em saber mais sobre o assunto ou aplicar a modalidade de financiamento na sua fábrica ou empresa? Veja como a solução de parceria da BizCapital pode ajudar você. Você passa a receber o valor pelo seu equipamento na hora e ainda pode parcelar o valor do pagamento para o seus clientes. Sem nenhuma preocupação ou dor de cabeça!

ver tudo sobre: guia de empréstimo