04 nov 2021

Como aumentar o score e quais as vantagens para o seu negócio

Como aumentar o score e quais as vantagens para o seu negócio

Um dos principais indicadores que representam a saúde financeira de um negócio é o score de crédito. Não à toa, diversas instituições financeiras que concedem empréstimo PJ utilizam essa pontuação como um elemento importante em suas análises. Se você quer saber como aumentar o score de crédito ou entender mais sobre o assunto, está no lugar certo.

Quer saber mais? Vem com a gente!

O que é o score de crédito? 

O score de crédito é uma pontuação que varia entre 0 e 1000 e indica a probabilidade de uma empresa ou pessoa pagar suas dívidas. Então, quanto mais alta for a pontuação, maior é a responsabilidade de negócio com sua vida financeira e, consequentemente, maior é a probabilidade de cumprir com seus compromissos.

Esse sistema de pontuação é calculado por empresas que prestam serviços de proteção ao crédito e é um dos elementos que são levados em consideração pelas instituições financeiras na hora de conceder empréstimos, financiamentos ou outras modalidades de crédito. 

O score é calculado a partir do histórico financeiro de uma empresa ou pessoa, buscando identificar se, ao longo de um dado período, seu negócio foi pontual com credores. Além disso, o cálculo considera informações como dívidas vencidas e negativadas, relacionamento financeiro com empresas, Cadastro Positivo aberto e atualizado e processos judiciais existentes.

Outros fatores que podem influenciar uma pontuação: combinação de diferentes contas com saldos de cartão de crédito e empréstimos, além de poucas consultas para novos créditos. 

Leia mais: veja como reduzir custos na sua empresa

Para classificar melhor a reputação, existem faixas de pontuações que indicam como seu negócio é enquadrado no score. Acompanhe na tabela abaixo:


Vale lembrar que tudo isso é sobre a reputação financeira de seu negócio no mercado, portanto, é essencial se esforçar para estar sempre no topo.

Como aumentar o score?

Se você está precisando melhorar sua pontuação ou manter seu score em um bom patamar junto aos órgãos de proteção ao crédito, separamos dicas valiosas para ajudar a abrir mais caminhos para o crescimento de sua empresa.

Revise seus relatórios de crédito

Para começar, estabeleça uma rotina de acompanhamento do score da empresa. Solicite uma análise de seu score nas principais instituições de proteção ao crédito e, cuidadosamente, identifique e entenda cada item que está aumentando ou diminuindo a pontuação.

Controle os pagamentos de contas

Evite, a todo custo, pagamentos com atrasos aos credores. Crie controles que possam ajudar você a lembrar da data de vencimentos de títulos ou, se possível, use o débito automático.

No caso do débito automático, não se esqueça de manter dinheiro suficiente em sua conta corrente para que esses pagamentos sejam feitos na data prevista para o débito. 

Algumas soluções no mercado, como a conta PJ digital, podem ser grandes aliadas para a gestão do seu negócio, já que permitem que você tenha o controle financeiro da empresa na palma da mão, com todo gerenciamento feito direto do celular ou computador.

A BizConta, conta PJ digital da BizCapital, oferece diversas vantagens, como mensalidade grátis, TED e Pix sem custos e acesso¹ exclusivo ao MaisBiz, crédito pré-aprovado para quitar boletos da sua empresa. Para baixar grátis a BizConta, basta clicar aqui:

Leia também: MaisBiz: nova linha de crédito da BizConta, conta digital PJ da Biz

Mire o uso de 30% do crédito ou menos

Utilizar não mais do que 30% do crédito disponível é um fator que contribui para melhoria do seu score. Esse é, inclusive, um dos critérios utilizados para calcular a pontuação.

Caso você possua R$10.000,00 de crédito somando todos os seus cartões, por exemplo, o ideal seria utilizar até R$3.000,00 ou menos.

Limite suas solicitações de novo crédito

Evite solicitar muitos cartões ou outros tipos de crédito. Esse movimento de forma exagerada vai atrapalhar seu score. 

O motivo disso é compreensível, pois uma empresa ou pessoa com muitos empréstimos, por exemplo, gera alguma desconfiança sobre sua capacidade de cumprir com suas obrigações financeiras.

Caso não esteja em busca de novos créditos, considere desabilitar as “consultas de seu CNPJ” junto aos serviços de proteção ao crédito.

Leia mais: qual o melhor momento de pedir um empréstimo PJ?

Manter contas bancárias antigas abertas

Mantenha contas antigas ativas. Esse procedimento contribui para melhoria do score, já que também é analisado o tempo de relacionamento com as instituições de crédito. Quanto mais longo, melhor.

Além disso, ao abrir mão de um cartão de crédito, o total de crédito que você tem à disposição deve diminuir e, assim, ficará mais difícil se manter com até 30% da utilização do crédito disponível. Por exemplo:

A empresa tem 4 cartões de crédito com limite de R$2.500,00 cada, totalizando R$10.000,00. Neste caso, para seguir a tática de usar até 30% do que você tem disponível, você teria até R$3.000,00 para usar.

Agora, vamos supor que o empreendedor decida cancelar um desses cartões, o total de crédito disponível passará a ser de R$7.500,00. Neste caso, os 30% recomendáveis para a utilização serão reduzidos a R$2.250,00.

Na prática, para a empresa se manter dentro do recomendável para melhorar o score, teria R$750,00 a menos à disposição para uso.

Considere consolidar suas dívidas

Caso seu negócio tenha pendências com muitos credores, considere analisar opções de empréstimos para empresas e unificar sua dívida.

Além de deixar suas contas mais organizadas, você pode economizar em taxas e quitar seu saldo devedor mais rapidamente. De quebra, você ainda vai melhorar o índice de utilização e, por consequência, o score.

Com BizCred, crédito PJ da BizCapital, por exemplo, você tem até meio milhão de reais, com pagamento em até 36 meses, para investir no que sua empresa mais precisa. Você pede o BizCred direto do seu celular ou computador e recebe a resposta do seu pedido em até 5 minutos 👇

Use o monitoramento de crédito para acompanhar o seu progresso

Analise a possibilidade de ativar o monitoramento do seu CNPJ junto a algum serviço de proteção ao crédito. Dessa forma, você ficará sabendo rapidamente se algo novo surgir em relação ao seu negócio. 

Inclusive, algumas instituições oferecem planos especiais para pequenas empresas.

Aumentar o score de crédito é uma boa meta, principalmente, se estiver no seu planejamento uma captação de empréstimo para fazer compras ou investimentos. 

É importante reforçar que todas essas dicas e cuidados não ajustam automaticamente o score. Isso pode demorar semanas ou até meses. Mas o impacto positivo vai aparecer e, a partir daí, você deve manter a saúde financeira do seu negócio e seguir em frente!

E aí, aprendeu como aumentar o score de crédito da sua empresa? Então, compartilhe essa informação com a sua rede de contatos e bons negócios para você. 🙂

¹MaisBiz está sendo disponibilizado gradativamente e sua disponibilidade está sujeita a análise.


André Galhardo é economista-chefe da Análise Econômica Consultoria, professor universitário nos cursos de Ciências Econômicas, Administração e Relações Internacionais, coordenador do Grupo de Pesquisa DEPEC da UNIP e Mestre em Economia Política pela PUC-SP. Possui ampla experiência em análise de conjuntura econômica nacional e internacional, e é autor do livro “O Salto do Sapo: a difícil corrida brasileira rumo ao desenvolvimento econômico”.

ver tudo sobre: guia financeiro