24 mar 2021

O que é SCR e como ele influencia na aprovação de crédito PJ

O que é SCR e como ele influencia na aprovação de crédito PJ

Se você já teve a experiência de solicitar um empréstimo, provavelmente sabe que, antes de aprovar seu pedido, a instituição financeira (seja fintech ou banco tradicional) precisa realizar algumas análises para conhecer o seu perfil e entender se este é o momento mais adequado para liberar o crédito. E uma das etapas dessa avaliação é a consulta ao SCR. Mas você sabe o que é SCR e como ele influencia na sua avaliação do empréstimo para a sua empresa? 

Vem com a gente que vamos tirar todas as suas dúvidas agora!

O que é SCR? 

O SCR – Sistema de Informações de Crédito do Banco Central do Brasil – nada mais é que um gigantesco banco de dados com informações sobre todas as operações de crédito acima de R$200,00, como empréstimos, financiamentos, avais e fianças, realizadas entre as instituições financeiras e seus clientes.

O SCR é diferente do SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) ou SERASA. O objetivo dessas duas organizações é indicar pessoas com o nome “sujo” no mercado, ou seja, que deixaram de pagar alguma dívida. Já o SCR é um sistema próprio do Banco Central, que não indica apenas os negativados, mas todas as transações financeiras que são realizadas no país.

Leia mais: Pendências financeiras e o impacto na análise de crédito

Pra que serve o SCR?

O SCR permite que as instituições credoras façam uma avaliação da capacidade de pagamento dos possíveis clientes, garantindo que as decisões de liberação de crédito sejam realizadas com maior segurança e precisão, tanto para as empresas quanto para os solicitantes de empréstimo. Além disso, o SCR possibilita a aplicação de taxas de juros mais adequadas ao perfil de crédito dos clientes, por meio de uma análise personalizada de cada pedido.

É importante destacar que o SCR segue as regras de sigilo bancário, o que significa que o solicitante precisa assinar um termo de autorização para que as instituições credoras possam obter acesso à essas informações.

Leia mais: 5 dúvidas sobre empréstimo que você precisa saber

Como consultar o SCR

Não são apenas as instituições financeiras que possuem acesso ao banco de dados do SCR. Qualquer pessoa consegue consultar as informações. A maneira mais fácil é por meio da internet, no site do próprio Banco Central. 

Para realizar a consulta, é só seguir o passo a passo abaixo:

1 – Entre no site do Banco Central do Brasil

2 – Selecione a opção Pessoa Física ou Pessoa Jurídica;

3 – Selecione uma das opções de credenciamento. Para este tutorial, escolhemos a  opção Internet Banking;

4 – Clique em Obtenha frase de segurança;

5 – Preencha seus dados pessoais;

6 – Copie a frase de segurança;

7 – Acesse o Internet Banking da sua instituição financeira; 

8 – Procure a opção Registrato e clique em Validar;

9 – Por fim, cole a frase de segurança para fazer sua validação.

Pronto! Agora você já tem acesso às informações do SCR 😄

Quanto tempo uma dívida fica no SCR?

Segundo as informações disponibilizadas pelo Banco Central, os dados do SCR são atualizados constantemente. Mas vale ressaltar que, se você tem algum débito em atraso e realiza o pagamento da dívida, a atualização dos dados no SCR não ocorre de forma imediata, podendo levar alguns dias até o processamento constar no sistema. 

“Por isso, para não correr o risco de ter um empréstimo empresarial negado devido a pendências anteriores, é fundamental que o empreendedor mantenha uma boa saúde financeira de seu negócio. E não só por esse motivo: um planejamento bem estruturado e eficiente vai garantir que a empresa cresça de maneira sustentável a longo prazo”, explica Cristiano Rocha, diretor de crédito e cofundador da BizCapital.

Como fazer um planejamento financeiro eficiente

Elabore um planejamento estratégico

Para alcançar bons resultados na sua empresa, é preciso ter uma visão esclarecida de todos os seus objetivos de curto, médio e longo prazo, além de entender qual direção precisa ser trilhada. Dica: foque mais no conteúdo do que na forma do planejamento. Um plano bem pensado no seu caderninho de anotações vale mais que o plano inadequado em uma linda apresentação de PowerPoint.

Controle seu plano e, se for preciso, faça mudanças

Para entender se o planejamento do negócio está sendo implementado da melhor forma possível, é importante acompanhar com regularidade os indicadores e números. Isso ajuda na tomada de decisões, caso algum resultado esteja abaixo do esperado. Dica: esteja pronto para reprogramar a rota. Se os indicadores não são positivos, é hora de criar um plano de ação para corrigir o fluxo.

Administre corretamente seu fluxo de caixa

Um fluxo de caixa mal calculado ou planejado leva a prejuízos de tempo, energia e dinheiro. Uma dica muito útil é fazer a utilização de softwares de gestão financeira, que te ajudam na administração do seu fluxo financeiro.

Separe as finanças da empresa das suas finanças pessoais

Esse é um dos erros mais comuns de quem está começando a empreender. Tenha sempre em mente que as finanças da empresa não devem ser misturadas com as pessoais. Isso pode comprometer o planejamento e a saúde financeira do seu negócio. Dica: abrir uma conta PJ é uma ótima alternativa para organizar as finanças da sua empresa. Além disso, ter uma conta com o seu CNPJ te traz diversos benefícios. 

Organização é tudo

O caminho mais fácil para ter um negócio organizado é começar com as documentações mais importantes, como contrato social e contratos trabalhistas, só para citar alguns exemplos. Digitalize tudo o que puder e organize em arquivos simples. Além disso, mantenha as vias originais de documentos importantes à disposição.

Planeje o futuro

Fazer projeções para o futuro não tem nada a ver com esoterismo, é visão de negócios. Saiba para onde você quer levar seu negócio e comece a desenhar o plano até lá. Para começar, tente responder as três perguntas a seguir: 1) Que solução (ou soluções) você vai trazer para o seu cliente nesse futuro planejado? 2) Que tipo de profissional você vai precisar no seu time – e que ainda não existe na empresa? 3) E que recursos financeiros serão necessários? 

Depois, já sabe: monte o planejamento estratégico e vá se preparando para transformá-lo em prática. 

Leia mais: os segredos para alavancar a sua empresa

Anotou todas as dicas? Ah, e não se esqueça que você pode contar com o crédito PJ da BizCapital para ajudar no crescimento do seu negócio. Para solicitar o seu empréstimo agora, é só clicar aqui. 

ver tudo sobre: dicas de gestão