17 nov 2016

Entenda os principais elementos de um Balanço Patrimonial!

leitura de 3 min
Entenda os principais elementos de um Balanço Patrimonial!

Grande parte dos executivos empresariais têm dúvidas em relação à relevância, serventia e procedimento correto do balanço patrimonial da empresa. Esse documento consiste em uma das ferramentas mais importantes para os departamentos de administração e contabilidade, de modo que é imprescindível realizá-lo da forma correta.

Negligenciar o balanço do patrimônio pode custar caro a uma empresa e, certamente, impedirá que os gestores tenham noção da real situação financeira da empresa. Neste artigo tratamos de listar as principais utilidades, características e métodos de estruturação de um balanço patrimonial bem feito.

1. O que é o balanço patrimonial?

O balanço patrimonial consiste em uma das declarações financeiras mais importantes dentro de uma empresa, de modo que sua elaboração deve ser rigidamente correta. Mas a despeito de sua importância no controle financeiro, não deve ser vista como uma obrigação perante a lei, mas um poderoso instrumento de gestão utilizado frequentemente dentro da empresa. Entre outras funções do balanço, estão:

  • Fornece um quadro preciso da contabilidade e situação patrimonial da empresa.
  • Auxilia no controle do chamado patrimônio eficiente.

2. O que é patrimônio líquido?

Trata-se do capital que a organização possui em espécie no caixa e pode ser utilizado também para a realização de investimentos na empresa. O patrimônio líquido pode ser convertido em reservas de capital ou aplicado nos investimentos ativos, assim como para efetuar novos investimentos.

A partir desse patrimônio, é possível analisar os atos administrativos que podem afetar o patrimônio, resultado dos ativos e passivos compensados por meio dessa demonstração contábil que retrata a situação financeira da empresa no decorrer de um determinado espaço de tempo. Geralmente o balanço patrimonial é realizado sobre o período de um ano da empresa.

3. Como fazer um balanço patrimonial?

O balanço patrimonial se subdivide em duas categorias: balanço patrimonial ativo e balanço patrimonial passivo. Os ativos são aqueles bens, direitos e aplicações dos recursos da empresa. Os investimentos financeiros também se encaixam nessa categoria. Os passivos, por sua vez, consistem nas obrigações financeiras da empresa com seus colaboradores, impostos pagos ao Estado e fornecedores.

Para fazer o balanço corretamente, é preciso entender os dois conceitos:

Exemplos de Passivos

  • Passivos Atuais: contas pagas todo mês ou com prazos curtos, como, por exemplo, o pagamento mensal aos funcionários e fornecedores, além dos diferentes impostos.
  • Passivos de Longo Prazo: contas que têm um prazo mais largo para serem pagas, como alguns impostos anuais, hipotecas, contratos fechados com outras empresas, etc.

Exemplos de Ativos

  • Ativos de longo prazo: são os recursos abstratos, como investimentos em outras empresas, invenções e descobertas patenteadas, direitos autorais de músicas, livros etc;
  • Ativos fixos: estão ligados ao patrimônio fixo que a empresa possui e exigem prazos maiores para serem medidos ou avaliados, como terrenos, maquinário, móveis, entre outros;
  • Ativos Atuais: capital aplicado em investimentos que podem ser acessados com facilidade, tais como ações da bolsa, títulos do tesouro nacional e contas em bancos.

Sabendo desses conceitos, fica mais fácil elaborar um balanço patrimonial correto. Toda empresa de sucesso tem conhecimento claro de seus números e a contabilidade em dia e, para isso, conta com a colaboração de profissionais qualificados para fazer um balanço patrimonial impecável.

O que você achou do nosso artigo? Ainda ficou com alguma dúvida? Compartilhe conosco sua opinião e experiência fazendo um comentário nessa postagem.

 

Agora, se você precisar de crédito para sua empresa e estiver sem tempo para a burocracia dos bancos, conte com a BizCapital.

Peça uma proposta sem compromisso: bizcapital.com.br/direto

Visite nosso site: www.bizcapital.com.br

ver tudo sobre: dicas de gestão